A literatura pode ser transformadora?

Imagem de destaque da entrevista com a Sidnéia da rede LiteraSampa.

A Rede LiteraSampa, por meio da formação de jovens mediadores de leitura e de mães mobilizadoras, tem transformado não-leitores em leitores.

As 14 bibliotecas que fazem parte da rede têm modificado a vida dos seus frequentadores, colecionando dezenas de exemplos inspiradores.

Silvia Chagas chegou à biblioteca para participar do grupo “Sementeiras de Direitos”, que discute violência contra a mulher. Desde o começo deixou claro que não gostava de ler e que também não lia para sua filha, Lívia, de 5 anos.

“Nós não estávamos lá para obrigá-la a gostar de ler, porém, a prática de iniciar os encontros sempre com literatura, foi levando-a a gostar de ouvir histórias.”, contam as formadoras Val Rocha e Bel Santos Mayer.

Aos poucos, Silvia começou a sugerir que a filha levasse livros para ler em casa. No ano seguinte, de forma tímida, motivada pelos jovens e por mães mobilizadoras, começou a pegar livros “fininhos” para ler rápido.

Um dia, já se interessando mais por leitura, participou de uma oficina sobre critérios de seleção de livros infantis, com Bel Santos Mayer. De forma mais entusiasmada, passou a usar os critérios para analisar os livros que estavam nos expositores da biblioteca.

Em 2018 decidiu voltar a estudar. Hoje, aos 31 anos, é estudante de pedagogia, fez um curso de narração de histórias orais, é uma das mães mobilizadoras, integrante do Cortejo de Leitura – que leva literatura para outras mães e crianças.

Outro exemplo de transformação na Rede LiteraSampa é a Sidnéia, gestora da biblioteca comunitária Caminhos da Leitura. Assista o vídeo abaixo e conheça sua história.

 

https://tv.estadao.com.br/cidades,quando-a-literatura-transforma,655220

A Taba apoia a Rede LiteraSampa e convida você a apoiar essa transformação!

Doe a partir de R$25 e garanta seis meses de assinaturas do Clube de Leitores A Taba para crianças e famílias que frequentam as bibliotecas e eventos externos promovidos pela rede.

Se você também acredita que todos têm direito às melhores experiências de leitura, #adoteumabiblioteca e compartilhe a campanha!

Vamos juntos apoiar a Rede LiteraSampa em seu trabalho inspirador!

Com a sua contribuição as 14 bibliotecas da rede e também as mães mobilizadoras receberão, durante seis meses,  um kit especial da Taba com as assinaturas referentes aos quatro tipo de leitores de nosso Clube: bebê, iniciante, autônomo e experiente!

Para iniciar os envios em julho, precisamos de 140 doações de R$25. Colabore e convide seus amigos para garantir que as bibliotecas comunitárias da Rede LiteraSampa tenham acesso às melhores experiências de leitura!

“Receber um acervo atualizado e selecionado por profissionais especialistas em literatura infantil, será uma grande contribuição para que crianças e familiares tenham garantidos o direito humano à literatura, à cultura desde pequenos. O Brasil tem produzido verdadeiras obras de arte em literatura infantil. Pensar que esta produção pode chegar a uma região distante do centro e das livrarias, nos enche de alegria. As crianças, mães, pais e avós de nossas bibliotecas saberão que estarão lendo livros escolhidos especialmente para eles e elas.” (Rede LiteraSampa)

Com o seu apoio, vamos garantir que as crianças e jovens da periferia de São Paulo tenham acesso à mesma qualidade da curadoria entregue aos assinantes do Clube de Leitores A Taba!

Para saber mais sobre a Rede LiteraSampa, clique aqui.

E para conhecer o trabalho das Mães Mobilizadoras, clique aqui.