Vozes no parque

Vozes no parque

Escrito por: Anthony Browne

Editora: Pequena Zahar

Ano de lançamento: 2014

Resenha

 São quatro as vozes: a de Manchinha e a de seu pai, a de Carlinhos e a de sua mãe. A cada voz, destacada por uma fonte diferente, é como se estivéssemos em um outro parque. Pois as cores e os formatos das árvores, dos postes – por exemplo – mudam a cada relato. Assim como o que o leitor pode encontrar no fundo de cada enquadramento: um homem levando um jacaré para passear, Mary Poppins voando com seu guarda-chuva, um vaso que é também a perspectiva de um caminho, uma baleia ao fundo da estátua de Poseidon. Cada uma delas relata como foi o passeio no parque, o que cada uma viu lá. Outro aspecto que pode encantar o leitor são dissonâncias entre o texto e a imagem, pois na maior parte do tempo imagem e texto não correspondem – o que  nos dá mais liberdade de interpretação. Um livro para se voltar muitas vezes, pois há muitos detalhes – no texto, nas imagens – aguardando para nos surpreender.

avatar

escrito por

Somos um grupo independente de especialistas em literatura infantil e juvenil, professores, pais, bibliotecários e contadores de histórias com um único objetivo: formar uma aldeia, um coletivo de pessoas que vive e experimenta leituras.

gostou? compartilhe!

comente pelo facebook

deixe seu comentário