Uma canção de Natal

Uma canção de Natal

Autor(a): Charles Dickens

Ilustrador: Laura Michell

Tradutor: Tatiana Belinky

Editora: Caramelo

Ano de lançamento: 2011

 

Resenha:

Os clássicos são obras imprescindíveis para o aprimoramento estético do indivíduo, mas às vezes eles vêm revestidos de linguagem muito rebuscada e, em alguns casos, são excessivamente volumosos para leitores de pouco fôlego. O clássico de Charles Dickens, Uma canção de Natal, apesar de não ser um calhamaço, não faz concessões quanto à linguagem, dificultando o acesso ao leitor infantil.

As adaptações cumprem a função de apresentar obras de grande porte numa linguagem mais maleável, preservando a essência do texto. Nessa edição, o clássico de Dickens é recontado com maestria pela autora e tradutora Tatiana Belinky em tom adequado, sóbrio e cativante, especialmente para os leitores brasileiros que começam a se repertoriar dos clássicos universais.

Uma canção de Natal trata do resgate da porção humana do Sr. Scrooge, um sujeito muito rico, mas endurecido a ponto de não dar a mínima atenção às pessoas que o cercam.

Conformado com a própria solidão, Scrooge só se contenta com o acúmulo de dinheiro, por isso se recusa a praticar qualquer gesto de solidariedade que implique o desfalque de sequer um centavo da sua conta bancária.Mas forças sobrenaturais se encarregam de reeducá-lo, e como Scrooge não tem vocação para São Francisco, pelo menos em parte, ao final ele precisará aliar sua satisfação material com a de estar cercado de amizades autênticas e valorosas e, principalmente, ceder aos apelos de um coração renovado e praticar a caridade sempre que necessário.

 

Trecho do livro:

“Cabe lembrar neste momento que, mesmo aqui no Brasil, este país tropical do hemisfério sul, existe muita gente pobre e desamparada que dorme nas ruas nas noites frias de inverno, que aqui acontecem não no Natal, mas no meio do ano, quando os termômetros no sul do país podem registrar temperaturas bem abaixo de zero e crianças até brincam com neve para poder suportar esse tempo…
E o sr. Ebenezer Scrooge, será que dormiu bem naquela noite de Natal que se aproximava?” (Livro sem numeração nas páginas)

 

Para quem?

inici acomp aut sozin

Para quê?

emocionar dificeis

avatar

escrito por

Estudante de Biblioteconomia, empenhada em demonstrar que a profissão tem muito a colaborar com os tempos atuais. Apaixonada por histórias desde pequena, busca - no contar das palavras escritas, da oralidade, dos desenhos, dos sons - entender e explicar um pouco essa coisa que é o mundo.

gostou? compartilhe!

comente pelo facebook

deixe seu comentário