Arquivos da Tag: Leitores autônomos

Quem lê? Júlia Martins

Quem lê? Júlia Martins

Júlia Martins, de São Bernardo do Campo (SP), foi uma das primeiras assinantes do Clube de Leitores A Taba. Ela tem apenas 8 anos de idade, mas já possui uma estante de livros e boas dicas para compartilhar com outros leitores. Será que você já leu algum dos livros favoritos dela?

Para onde vamos quando desaparecemos?

Para onde vamos quando desaparecemos?

Nesse livro, a portuguesa Isabel Minhós Martins nos leva a pensar sobre um tema que intriga adultos e crianças: as ausências e perdas.
Conte pra gente como foi a sua leitura: que conversas surgiram a partir das perguntas e reflexões propostas pela autora?

Sopa

Sopa

Nesse livro delicado, Raquel Cané explora a relação entre uma menina e sua avó e a experiência de afeto e cumplicidade envolvida em uma refeição especial.
Confira as impressões de Isadora Freire sobre o livro que enviamos em março para os leitores autônomos do nosso Clube de Leitores.

Cara Carlota Cornelius

Cara Carlota Cornelius

Uma misteriosa carta chega à casa de Carlota. Junto com ela, inúmeras possibilidades de futuro se apresentam, e o leitor é convidado a sonhar cada uma delas junto com a menina.
Confira como foi a leitura do livro enviado em fevereiro aos assinantes autônomos do Clube de Leitores A Taba.

Ynari, a menina das cinco tranças

Ynari tem cinco tranças que nunca se desfazem e que estão com ela desde o seu nascimento. Embora não saiba o porquê desse presente, a menina parece sentir que elas estão ligadas a algum dom único e especial, o qual ela descobrirá no tempo certo.

James e o pêssego gigante

Autor(a): Roald Dahl Ilustrador: Quentin Blake Tradutor: Ângela Mariani Editora: 34 Ano de lançamento: 2009   Resenha: A obra de..

Uniforme

“Clóvis nasceu livre e pelado, como todo camaleão.”
É assim que se inicia essa narrativa que convida à reflexão sobre os “uniformes” que usamos para assumir os diferentes papéis…

Entre leitores e leituras – Eu tenho direito de ser criança

Entre leitores e leituras – Eu tenho direito de ser criança

Este bonito livro é para ser lido como se houvesse sido escrito por uma criança que a cada dupla de página nos faz saber de alguns de seus direitos definidos num longo documento na Convenção dos Direitos da Criança em 1989 assinado por mais de 190 países.
E as crianças? O que acham desses direitos?

A menina, o coração e a casa

Autor: Maria Teresa Andruetto Ilustrador: Maurício Negro Tradutor: Marina Colasanti Editora: Global Ano: 2012 Resenha: Em A menina, o coração e..