A reforma da natureza

A reforma da natureza

Escrito por: Monteiro Lobato

Ilustrado por: Paulo Borges

Editora: Globo

Ano de lançamento: 2008

Resenha

A Reforma da Natureza é uma das fascinantes obras que compõem o universo literário criado por Monteiro Lobato. A narrativa traz temas caros à humanidade, como a Segunda Guerra Mundial e as experimentações genéticas, prenunciadas pelo Visconde de Sabugosa. Já no parágrafo de abertura, o narrador nos apresenta o conflito dos representantes políticos da Europa, que necessitam do auxílio de Dona Benta e do bom senso de tia Nastácia para consertarem os problemas do pós-guerra na Conferência da Paz, prevendo a reunião dos governantes após os desastres da guerra. Aproveitando a ausência dos adultos, que viajam para a Europa a convite dos governantes, Emília faz várias reformas que atingem os animais, as plantas e os objetos do Sítio, tornando-os irreconhecíveis e engraçados. Acreditando na inteligência e na capacidade de compreensão da criança, Lobato apresenta as questões mais sérias de sua época e instiga as reflexões do leitor.

Trecho do livro 

“Depois que desapareceram lá na curva, Dona Benta entrou para a saleta com os meninos e tia Nastácia foi para a cozinha. Mas… que era aquilo? Não estavam reconhecendo a velha saleta da entrada. Tudo esquisito, tudo diferente. — Que é isto, Emília? Que significam estas mudanças?” P. 39