O escaravelho do diabo

O escaravelho do diabo

Autor(a): Lúcia Machado de Almeida

Editora: Ática

Ano de lançamento: 2011

 

Resenha:

 A escritora mineira Lúcia Machado de Almeida (1910-2005) publicou O escaravelho do diabo no início da década de 1970. Ela opta por um romance policial que conserva o suspense até o final e surpreende-nos com o modo casual como o autor dos crimes é desvendado. Hugo, um jovem ruivo e sardento, é assassinado com uma espada após ter recebido na véspera uma caixa que continha um escaravelho de nome Scarabaeidae, “portador de espada”. Quem descobre o nome do besouro é seu irmão Alberto, estudante de medicina, que auxilia o inspetor Pimentel nas investigações. Outras pessoas são assassinadas. E é Alberto quem logo se dá conta de que o alvo do assassino são os ruivos da cidade e que o aviso é o envio de um escaravelho. Todos os suspeitos residem na mansão da irlandesa Clarence O’Shea. Paralela à história policial, são contados os desencontros amorosos de Alberto – o qual se vê apartado do amor de sua vida pelo sigilo que as apurações requerem.

Trecho do livro:

 “Não tinham ambos recebido um besouro nas vésperas do acontecimento fatal? Um besouro cujo nome parecia anunciar de que modo as pobres vítimas terminariam os seus dias? E ambos possuíam cabelos vermelhos, vermelhos como fogo… Por vezes Alberto achava que tudo aquilo era tolice, que não passava de simples coincidência. Afinal de contas, que laço poderia haver entre dois rapazes que nem se conheciam?” (pp. 26-27)

Para quem?