O burrinho pedrês

O burrinho pedrês

Escrito por: João Guimarães Rosa
Editora: Nova Fronteira
Ano de lançamento: 2009

Resenha

O burrinho pedrês é uma das novelas que integram Sagarana, uma das obras inaugurais de Guimarães Rosa. A publicação de uma edição exclusiva para a história do burrinho Sete-de-Ouros, o protagonista referido no título, justifica-se pelo fato desse personagem ter ganhado fama e admiração dentre os inúmeros personagens memoráveis do escritor mineiro. A velhice de Sete-de-Ouros não o livra das obrigações da sua condição de burro de carga, agravada por ser de propriedade de um certo Major Saulo, o dono da Fazenda da Tampa. Mas a vida, se bem administrada, confere ao sujeito uma sabedoria exemplar quando em idade avançada, assim, quando surge a oportunidade, o já velho asno surpreende e se converte em grande herói diante de uma catastrófica enchente que assusta até mesmo o pantaneiro mais vigoroso e descolado, a despeito da zombaria de que vinha sendo alvo dos vaqueiros, que tinham até mesmo vergonha em lhe fazer montaria. A leitura de Guimarães Rosa permite acompanhar não apenas as peripécias de seus personagens fascinantes, como também é uma aventura pela linguagem devido à alta concentração poética na prosa desse gigante da literatura brasileira.

Trecho do livro

 

“Mas tinha cometido um erro. O primeiro engano seu nesse dia. O equívoco que decide do destino e ajeita caminho à grandeza dos homens e dos burros. Porque: ‘quem é visto é lembrado’, e o Major Saulo estava ali:
–- Ara, veja, louvado tu seja! Hô-hô… Meu compadre Sete-de-Ouros está velho… Mas ainda pode aguentar uma viagem, vez em quando… Arreia este burro também, Francolim!
–- Sim, senhor, seu Major. Mas, o senhor está falando sério, ou é por brincar?”

P. 16

avatar

escrito por

Somos um grupo independente de especialistas em literatura infantil e juvenil, professores, pais, bibliotecários e contadores de histórias com um único objetivo: formar uma aldeia, um coletivo de pessoas que vive e experimenta leituras.

gostou? compartilhe!

comente pelo facebook

deixe seu comentário