O BGA: O Bom Gigante Amigo

O BGA: O Bom Gigante Amigo

Escrito por: Roald Dahl
Ilustrado por: Quentin Blake
Editora: 34
Ano de lançamento: 2009

Resenha

A princípio temos a impressão de que todos os gigantes são uns monstros, até aparecer o BGA e raptar a menina que estava vigiando a rua pela janela de seu quarto. Uma história sensível, em que o Bom Gigante Amigo com ajuda de Sofia, uma menina orfã, fazem de tudo para ajudar as crianças do planeta que são devoradas diariamente por gigantes famintos. Esses dois personagens vão passar por apuros e viver grandes aventuras para salvar até a rainha da Inglaterra. Para divertir ainda mais o leitor, BGA fala de um jeito todo especial, não conjugando os verbos adequadamente, por exemplo.

Trecho do livro

“O Gigante pegou a trêmula Sofia e colocou-a sobre a mesa.
‘É agora que ele vai me comer’, imaginou a menina.
O Gigante sentou-se e olhou-a atentamente. As orelhas dele eram mesmo imensas. Cada orelha era do tamanho de um pneu de caminhão, e Sofia teve a impressão de que ele podia movê-las na direção que quisesse.
— Eu tá com fome! – estrondou a voz do Gigante. Mostrou os dentes enormes. Eram dentes brancos e quadrados, que pareciam fatias de pão de forma.”

P. 32

avatar

escrito por

Somos um grupo independente de especialistas em literatura infantil e juvenil, professores, pais, bibliotecários e contadores de histórias com um único objetivo: formar uma aldeia, um coletivo de pessoas que vive e experimenta leituras.

gostou? compartilhe!

comente pelo facebook

deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.