Maria Teresa

Maria Teresa

Escrito por: Roger Mello

Editora: Agir

Ano de lançamento: 1996

Resenha

 O escritor, ilustrador e dramaturgo brasiliense, Roger Mello, vem se destacando como um dos nomes mais aclamados pela crítica e pelo público. Ilustrou mais de cem títulos, dezenove deles com textos de sua autoria, como é o caso de Maria Teresa.
O livro, em versos rimados, é narrado em primeira pessoa pela protagonista da história.Trata-se de , uma carranca (escultura antropomórfica posicionada na proa das embarcações para afastar os maus espíritos) típica dos barcos que navegam pelo rio São Francisco, que, conta as muitas histórias que presencia à medida em que ela, “seu” barco e o barqueiro viajam pelo rio. Assim como no texto, as ilustrações de Maria Teresa incorporam elementos da cultura popular, sendo o mais marcante o emprego de elementoscomponentes da arte naïf, como as cores vibrantes, a profusão de detalhes, a perspectiva mostrando simultaneamente múltiplos pontos- de- vista, bem como elementos do léxico da arte popular, como as molduras de casinhas e grafismos, a figura humana em formas simplificadas, as fisionomias despersonalizadas. O sucesso deste livro deu origem a uma série sobre cultura popular, formada por Bumba meu boi Bumbá e Cavalhadas de Pirenópolis.

Trecho do livro:

 “De todas, a melhor história
Aconteceu foi comigo mesma.
Só de lembrar fico pasma!
Que tenho boa memória,
Mas o meu sangue é de lesma.

Eu, cá pra nós, tenho medo é de tudo.
De saci, boitatá, minhocão, caipora.
Do tal bicho d’água: o gigante peludo,
Que para revirar embarcação não demora”

P. 9

avatar

escrito por

Somos um grupo independente de especialistas em literatura infantil e juvenil, professores, pais, bibliotecários e contadores de histórias com um único objetivo: formar uma aldeia, um coletivo de pessoas que vive e experimenta leituras.

gostou? compartilhe!

comente pelo facebook

deixe seu comentário