Mari e as coisas da vida

Autor(a): Tine Mortier

Ilustrador: Kaatje Vermeire

Tradutor: Cristiano Zwiesele do Amaral

Editora: Pulo do Gato

Ano de lançamento: 2012

 

Resenha:

A história da inventiva , impaciente e gulosa Mari, e a relação com sua avó, com quem brincava, conversava e aprontava tudo o que lhe viesse à mente, até que esta adoece e esquece as palavras, é o ponto de partida destsa linda e sensível história da belga Tine Mortier, ilustrada pela também belga Kaatje Vermeire.
Os sentimentos como perda, superação, amadurecimento e enfrentamento da realidade são tratados por meio de uma linguagem poética e expressiva, acompanhados de ilustrações compostas por cenários que oscilam entre cores claras e escuras, como forma de representar os sentimentos de Mari. Assim, a leitura do texto e das ilustrações, neste livro, é fundamental para que se compreenda a trajetória dessa maravilhosa relação afetiva entre avó e neta.

 

Trecho do livro:

“A avó era a melhor amiga de Mari. Era tão impaciente e gulosa quanto a neta.
Quando vovó chegava, era sempre a maior festa. As duas saíam correndo pelo jardim. Iam da cerejeira ao portão, depois davam uma volta em torno do laguinho, depois retornavam ao ponto de partida. E, depois, tudo de novo. Comiam, então, um monte de bolachas, uma após a outra.” (Livro sem numeração nas páginas)

Para quem?

aut sozin

Para quê?

emocionar dificeis pensar



Participe da conversa!