Mandela: o africano de todas as cores

Autor(a): Alain Serres

Ilustrador: Zau

 

Tradutor: André Telles

Editora: Pequena Zahar

Ano de lançamento: 2013

 

Resenha:

 Alain Serres recria a trajetória de Nelson Mandela da infância até o momento em que se tornou o primeiro presidente negro na África do Sul. O texto, poético, de Serres procura enfatizar as ações de resistência de Mandela também dentro das penitenciárias como o incentivo à leitura, as cartas cifradas que ele enviava ao partido, a denúncia pelo abuso de autoridade na prisão, as reuniões com os jovens presos políticos. De forma sutil, noticia também algumas das manifestações em todo o mundo pela libertação de Mandela. As ilustrações de Zau para os períodos fora da cadeia são coloridas enquanto as dos anos de 1962 a 1990 – em que Mandela foi transferido para vários presídios – são imagens em tons bege, preto e branco. Há ainda ao final do livro a seção “Para compreender melhor” que expõe algumas características da África do Sul e apresenta uma cronologia da vida de Nelson Mandela.

Trecho do livro:

 “Da mesma forma que o vento do oceano adentra por entre as barras de aço, livros penetram pouco a pouco na prisão. Mandela lê muito. Estuda. (…) Para escrever a palavra liberdade, Mandela explica que é preciso conhecer todo o alfabeto.” (p. 28)

Para quem?
exp acom

Para quê?
pensar dificeis




Participe da conversa!