http://i1.wp.com/ataba.com.br/wp-content/uploads/2014/09/Ibby.jpg?w=1050

Literatura e inclusão – que todos signifique todos

A literatura é uma casa hospitaleira onde todos deveriam entrar, sentir-se à vontade, conhecer e reconhecer-se. Uma casa que assume muitas formas. Onde habitam os sonhos e também os pesadelos. Um espaço de encontro e estranhamento. Uma casa com muitas portas e janelas pelas quais se pode olhar, entrar e sair para infinitos mundos.

Talvez por isso, não ter acesso a livros e à experiência da leitura é, sem dúvida, uma das maiores formas de exclusão a que podemos submeter uma criança. Por meio da literatura, entramos em contato com outros, com aqueles que são diferentes de nós mesmos e de nossos costumes, das nossas preferências, da nossa língua e da nossa forma de vida. E essa diferença nos enriquece, nos humaniza.

Os bons textos, quando apresentados desde cedo às crianças, nos colocam em contato com outros universos e este exercício de diálogo imaginativo, quando aliado a um contexto de relações respeitosas e construtivas, pode nos tornar mais sensíveis, críticos, despertos e dispostos ao jogo da criatividade, ampliando os limites do nosso olhar.

Esses foram alguns dos temas abordados no IBBY Internacional 2014, que ocorreu entre os dias 1o e 13 de setembro na Cidade do México e do qual tivemos o privilégio de participar. Mais de 800 participantes de 64 países diferentes se reuniram para discutir a importância da leitura para a construção de pontes que promovam o entendimento e a paz entre as pessoas.

O IBBY (Internacional Board on Books for Young People) é uma organização sem fins lucrativos que surgiu na Alemanha na década de 50 e que atualmente tem sede na Suíça. Seu principal objetivo é promover a compreensão internacional através de livros infantis e juvenis para:

*dar a todas as crianças a oportunidade deter acesso a livros com qualidade artística e literária;

* incentivar a publicação e distribuição de livros de qualidade, especialmente em países em desenvolvimento;

* fornecer suporte e treinamento para os envolvidos com crianças e literatura infantil;

* estimular a pesquisa e trabalhos acadêmicos no campo da literatura infantil;

* proteger e defender os Direitos da Criança.

O IBBY também é responsável pelo Prêmio Hans Christian Andersen que, nesse ano, premiou pela primeira vez um ilustrador brasileiro: nosso talentosíssimo Roger Mello.

A cada dois anos, um país sedia esse encontro para que educadores, mediadores de leitura, bibliotecários, editores, escritores, livreiros e estudiosos possam se conhecer, compartilhar práticas e alimentar-se de boas discussões sobre literatura para crianças e jovens.

Ver também muitos brasileiros apresentando seus trabalhos e compartilhando suas práticas nos alegra e nos faz crer que estamos no caminho certo. Mas, sabemos que, embora tenhamos avançado muito na questão do acesso a livros, precisamos ainda democratizar a experiência da leitura. É esse o nosso desafio!

E é por acreditar nessa possibilidade que continuamos investindo em nosso sonho de propiciar boas experiências leitoras, aproximando bons livros e leitores.

Este slideshow necessita de JavaScript.

P.S. De acordo com os organizadores, até o final de setembro, todo material sobre o Congresso está disponível no site do IBBY México.