James e o pêssego gigante

James e o pêssego gigante


Autor(a): Roald Dahl

Ilustrador: Quentin Blake

Tradutor: Ângela Mariani

Editora: 34

Ano de lançamento: 2009

 

Resenha:

A obra de Roald Dahl (1916-1990) tem encantado além de crianças e adolescentes, diretores de cinema como Tim Burton que produziu uma adaptação de James e o pêssego gigante.

A obra trata de ao menos três grandes transformações na vida do menino James, “o mais triste e solitário do mundo”: a morte dos pais que o leva a morar com as malvadas tias Esponja e Espiga no sul da Inglaterra; a viagem aventurosa por terra, céu e mar no pêssego gigante com os insetos gigantes que o habitavam, seus primeiros amigos; a chegada a Nova York onde James fixará residência e fará muitos amigos.

Um livro delicioso que fala, entre outras coisas, da importância da amizade para lidar com as adversidades que surgem pelo caminho. Não esquecendo que um pouco de magia pode transformar um destino.

As ilustrações divertidas são de Quentin Blake que desenhou para muitos outros livros de Dahl e recebeu o Prêmio Christian Andersen de Ilustração em 2002.

Trecho do livro:

“James Henry Trotter ficou ali deitado no escuro; escutava os estranhos sons que as ‘criaturas’ faziam ao dormir, e pensava no que aconteceria com ele na manhã seguinte. Já estava gostando de seus novos amigos. Estavam longe de ser tão terríveis quanto pareciam. Na verdade, não eram nem um pouco terríveis. Pareciam bondosos e delicados, apesar de toda a gritaria e da discussão entre eles.” (p. 65)

Para quem?

exp sozinaut acomp

Para quê?

pensar rir viajar