Histórias de fadas

Histórias de fadas

Escrito por: Oscar Wilde
Editora: Nova Fronteira
Ano de lançamento: 1992

Resenha

O título do livro Histórias de fadas, de Oscar Wilde, sugere a aproximação dos nove textos que compõem a obra com os contos de fadas, histórias que se imortalizaram como narrativas que habitam o espaço do maravilhoso e da fantasia. De fato, as histórias do livro apresentam elementos do mundo imaginário, mas entrelaçam-nos com informações da sociedade do tempo do autor. Nas narrativas, convivem trechos poéticos, que tratam dos sentimentos mais belos, como o amor e a amizade, e trechos irônicos, que criticam a crueldade e a hipocrisia das pessoas. Assim, ao mesmo tempo em que nos emocionam, os contos nos fazem pensar. No conto “O amigo dedicado”, presenciamos uma relação desigual entre Hans e o Moleiro: de um lado, o jovem ingênuo que se anula pela amizade, de outro, o rapaz ganancioso, que se aproveita da generosidade do amigo.

Trecho do livro

“— Não adianta eu ir ver meu pequeno Hans enquanto dura a neve – dizia o Moleiro à sua mulher –, pois quando as pessoas estão com problemas o melhor é deixá-las sozinhas, para que não tenham de se aborrecer com visitas. Pelo menos essa é a ideia que tenho da amizade, e tenho a certeza de que estou certo, e por isso esperarei até chegar a primavera, quando então irei visitá-lo, e ele poderá dar-me uma grande cesta de margaridas, o que o fará muito feliz.” P. 26

avatar

escrito por

Somos um grupo independente de especialistas em literatura infantil e juvenil, professores, pais, bibliotecários e contadores de histórias com um único objetivo: formar uma aldeia, um coletivo de pessoas que vive e experimenta leituras.

gostou? compartilhe!

comente pelo facebook

deixe seu comentário