Histórias de Alexandre

Histórias de Alexandre

Autor(a): Graciliano Ramos

Ilustrador: André Neves

Editora: Record

Ano de lançamento: 2007

 

Resenha:

Nas rodas de conversa da casa do velho Alexandre reúnem-se amigos desejosos por ouvir as aventuras fantásticas do anfitrião. Quanto mais inverossímieis, tanto mais interessantes e mais engraçadas, todas as histórias de Alexandre são atestadas com muita convicção pelo testemunho da companheira de vida, Cesária. As narrativas são tão envolventes que o leitor visualiza tudo com facilidade, como a história de um inesperado confronto do ainda jovem Alexandre com uma onça valente, ou suas peripércias com um bode que ele montava à maneira de um cavalo, e ao expor os motivos de como adquiriu um sagaz olho torto, entre tantas outras. É claro que Alexandre comete alguns deslizes de continuidade narrativa, mas ai de quem contesta a memória do velho, que logo remenda tudo com incrível habilidade, não sem demonstrar ligeira irritação.
Para quem está acostumado com a aridez poética de Graciliano Ramos, como na obra prima Vidas Secas, eis uma oportunidade de um encontro descontraído e divertido com uma respeitável linhagem dos contadores de histórias nordestinos.
Trecho do livro:

“(…) Puxei o facão devagarinho, virei-me de supetão e – zás! – no pescoço da onça. Ela caiu no chão, meio azuretada, eu dei um salto e cortei-lhe a cabeça que foi amarrada na maçaneta da sela, junto ao couro da novilha. Montei-me de novo e uma hora depois estava no pátio da fazenda, conversando com os vaqueiros. Cesária pode confirmar o que digo.” (p. 33)
Para quem?

 

exp sozin

Para quê?

rir