Harry Potter e a Pedra Filosofal


Autor(a): J.K. Rowling

Tradutor: Lia Wyler

Editora: Rocco

Ano de lançamento: 2000

 

Resenha:

Rua dos alfeneiros nº 4, casa do sr. e sra. Dursley e do pequeno Duda. É neste espaço que se inicia nossa história. Desde que seus pais morreram, o garoto Harry Potter vivia na casa dos tios, e tinha como quarto um armário embaixo da escada. A história desse menino de 11 anos começa a se transformar com a visita do gigante Hagrid, que se tornaria um grande companheiro.
Dividido em 17 capítulos, o livro conta como foi a chegada de Harry à escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, em qual das turmas o Chapéu da Seleção o colocaria, os esportes praticados com as vassouras mágicas, lições e feitiços para se tornar um verdadeiro bruxo, os laços de amizade que constrói com Rony e Hermione, a revelação da existência de um poderoso e perverso inimigo sedento por vingança: Valdemort, e os perigos e aventuras para além da plataforma nove e meia, em busca da preservação da Pedra Filosofal.
Harry Potter e a Pedra Filosofal é o primeiro volume da série escrita pela britânica J. K. Rowling. Os outros volumes são:

Harry Potter e a Câmara Secreta

Harry Potter e o Prisioneiro de Askaban

Harry Potter e o Cálice de Fogo

Harry Potter e a Ordem da Fênix

Harry Potter e o Enigma do Príncipe 

Harrry Potter e as Relíquias da Morte

 

Trecho do livro:

“Então tínhamos razão, é a Pedra Filosofal e Snape está tentando obrigar Quirrell a ajudá-lo a roubar. Ele perguntou se o outro sabia como passar por Fofo, e falou alguma coisa sobre as magiquinhas de Quirrell. Imagino que haja outras coisas protegendo a pedra além de Fofo, uma porção de feitiços provavelmente, e Quirrell deve ter feito algum contrafeitiço de que Snape precisa para entrar…” (p. 196)

 

Para quem?

aut acomp exp sozin

Para quê?

rir viajar



Participe da conversa!