Harry Potter e a câmara secreta

Autor(a): J.K. Rowling

Tradutor: Lia Wyler

Editora: Rocco

Ano de lançamento: 2000

 

Resenha:

Durante as longas e tediosas férias na Rua dos Alfeneiros nº 4, Harry Potter recebe a visita do elfo doméstico Dobby, que o aconselha a não ir para a Escola de Magia e Bruxaria naquele novo ano de estudos. Mesmo assim, nossa personagem se aventura e atravessa os muros Hogwarts em um carro voador, e desta vez enfrentando alguns obstáculos, como o salgueiro lutador.
Dividido em 18 capítulos, neste segundo ano, as amizades persistem, mas novos tormentos surgem, incluindo a Murta que assombra o banheiro feminino, o vaidoso professor Gilderoy Lockheart e seus diabretes. Mas algo enigmático ronda Hogwarts, estranhas vozes permeiam a narrativa, e frases escritas em letras brilhantes tomam as paredes do castelo escolar, alertando sobre a abertura da Câmara Secreta. Logo alguns alunos são inexplicavelmente transformados em pedra. O mistério deve ser revelado para evitar uma tragédia, e é Harry Potter quem o fará.
Harry Potter e a Câmara Secreta é o segundo volume da série escrita pela escocesa J. K. Rowling.

 

Trecho do livro:

“Harry precipitou-se pelo segundo andar, Rony e Mione ofegantes atrás dele, e não parou até entrar no último corredor deserto.
– Harry, do que é que você estava falando? Perguntou Rony, enxugando o suor do rosto. – Eu não ouvi nada…
Mas Mione soltou uma súbita exclamação, apontando para o corredor.
– Olhem!
Alguma coisa brilhava na parede em frente. Eles se aproximaram devagarinho, apertando os olhos para ver na penumbra. Alguém tinha pintado palavras de uns trinta centímetros na parede entre as duas janelas, que refulgiam à luz das chamas das tochas.
A CÂMARA DOS SEGREDOS FOI ABERTA.
INIMIGOS DO HERDEIRO, CUIDADO.” (pp. 121-122)

 

Para quem?

exp sozin aut acomp

Para quê?

viajar rir



Participe da conversa!