Dia brinquedo

Dia brinquedo

Escrito por: Fernando Paixão

Editora: Ática

Ano de lançamento: 2004

Resenha

 Leveza é a qualidade que salta aos olhos do leitor de Dia Brinquedo, esse livro de poemas que não economiza na potencialidade imagética da palavra sobre a folha de papel. Os olhos precisam ser atentos para acompanhar a dança das palavras que simulam o movimento do trapezista em “Dois trapezistas no ar”, assim como a mente precisa ser ágil para aproximar imagens aparentemente distantes. Já na capa, nota-se a excelente parceria do autor com a ilustradora Suppa que conseguiu, acima de tudo, transmitir suavidade nas formas alongadas dos brincantes ilustrados. É um livro que, graças à densidade poética, permite explorar diferentes sensações durante a leitura. Ideal para ser lido em voz alta!

avatar

escrito por

Somos um grupo independente de especialistas em literatura infantil e juvenil, professores, pais, bibliotecários e contadores de histórias com um único objetivo: formar uma aldeia, um coletivo de pessoas que vive e experimenta leituras.

gostou? compartilhe!

comente pelo facebook

deixe seu comentário