Di-versos russos

Di-versos russos

Escrito por: Vários autores
Ilustrado por: Cláudia Scatamacchia
Editora: Scipione
Ano de lançamento: 2003

Resenha

Di-versos russos, um triplo trocadilho, como já anuncia a escritora e tradutora nascida na Rússia e residente em São Paulo, Tatiana Belinky: são diversos por serem diferentes entre si, por serem divertidos e, é claro, por se tratarem de poesia russa, todas voltadas para o público infanto-juvenil. Tatiana reúne e traduz estes versos para que toquem o leitor como a tocaram. Poetas como Maiakovski, Krilov e Marchak estão presentes e seus poemas são antecedidos por uma breve apresentação do autor. As ilustrações ficam por conta da também reconhecida desenhista paulistana Cláudia Scatamacchia, que com seus traços e cores nos remete às tradições russas, tocando em nossos sentidos.

Trecho do livro

“Se um moleque grandalhão bate num fraquinho, É tão mau que nem vou pôr isto no versinho! Se outro acode: – Alto lá! Solte o pequenino, Seu covarde! – este sim é um bom menino.” P. 61-63

avatar

escrito por

Somos um grupo independente de especialistas em literatura infantil e juvenil, professores, pais, bibliotecários e contadores de histórias com um único objetivo: formar uma aldeia, um coletivo de pessoas que vive e experimenta leituras.

gostou? compartilhe!

comente pelo facebook

deixe seu comentário