Desafio A Taba 12 livros em 1 ano – A rainha das rãs não pode molhar os pés

Desde janeiro de 2016, desafiamos nossos leitores adultos a conhecerem melhor a produção editorial de literatura infantil e juvenil brasileira e a história do livro para crianças e jovens.

A cada mês, apresentamos um livro e convidamos a todos para participar da uma roda de leitura online e desfrutar de uma leitura compartilhada da obra escolhida.

Nossa  1ª Roda de Leitura do Desafio A Taba  foi em torno dos livros Contos de Fadas – da Editora Zahar, (edição comentada ou de bolso), que esteve à venda em nossa livraria com um preço promocional.

Em seguida, conversamos sobre o livro BGA – O Bom Gigante Amigo, de Roald Dahl – Editora 34 (clique sobre o link e conheça mais sobre a obra) na segunda roda de leitura do nosso desafio.

rainha das rãsPara o mês de março, desafiamos nossos leitores a conhecer o livro A rainha das rãs não pode molhar os pés, de Davide Cali – Editora Pulo do Gato.

Nossa próxima conversa foi dia 01 de abril às 21h.

Se você perdeu essa roda, existem três maneiras de assistir:

  1. Clicando sobre o vídeo acima, no dia e hora do evento.
  2. Pelo nosso canal no Youtube.
  3. Pelo nosso perfil no Google+.

Em abril, convidamos todos para ler ou reler o clássico Reinações de Narizinho, de Monteiro Lobato – Edição da Biblioteca Azul.

A cada mês, uma surpresa. E ao final de 2016, teremos lido 12 livros em um ano!

Participe do nosso Desafio e descubra que a leitura é uma experiência muito mais interessante quando pode ser compartilhada!




Participe da conversa!
Roberta Malta disse:

Uma observação é que a rainha é praticamente a única "mulher" nas ilustrações. Ou que usa vestido.
E também penso na relatividade do significado dos objetos. O objeto é o que nós interpretamos. Para uns uma coroa, mas para o casal é um anel.

A Taba disse:

Vejam que interessante as observações de Fabiana Medeiros sobre o livro "A Rainha das rãs não pode molhar os pés".
Se você conhece a obra que será tema da terceira roda do Desafio A Taba – 12 livros em 1 ano, venha conversar com a gente também.
Te esperamos ao vivo, amanhã, a partir das 21h.
Enquanto isso, comente aqui no blog suas impressões!
A conversa vai ficar muito mais interessante, se puder contar com a sua participação!

É incrível como as ilustrações personificam as rãs: elas falam, usam roupas, leem livros, escrevem, tocam instrumentos musicais, mas também fazem coisas de rãs, saltam, comem moscas. Denotam a semelhança com o ser humano. O livro é sensível, delicado e incita o pensamento sobre comportamento, oportunidade, conveniência, poder, simbolismos, sobre como o poder questionador pode mudar o final de uma história, sobre as "saias justas" da vida….. A coroa da rainha das rãs é um lindo anel que havia sido perdido por um namorado. No barquinho, ele, de suspensório, carrega a caixinha da joia, agora recuperada. Nas últimas páginas do livro o casal aparece na ponte refletida no lago e é possível deduzir que o anel caiu no lago no dia em que eles brigaram e que curiosamente, também provocou problemas por lá…No dia que a rainha perdeu a coroa, o namorado encontrou o anel, e houve a reconconciliação, tanto do casal, quanto das rãs. O mesmo objeto que evoca o amor e a união, por outro lado, também evoca o poder e a segregação. É um livrinho gostoso de ler, com ilustrações lindas e que nos põe a pensar sobre a vida.