A criação do mundo

A criação do mundo

Escrito por: Claude-Catherine Ragache

Editora: Ática

Ano de lançamento: 2000

Resenha

 Juntamente com Alain Quesnel que escreveu outros títulos da coleção, Claude-Catherine é lido e respeitado na França pelo trabalho magistral de reescrever mitos e lendas para crianças. Ambos possuem uma grande lista de publicações e pesquisas, e algumas dessas maravilhas chegaram até nós em 1993, num esforço da Editora de mostrar às crianças brasileiras belos livros sobre Mitologia. As escolas brasileiras colocavam em seus currículos o estudo de povos antigos e houve um grande movimento de edição desses livros que tratassem da temática com qualidade e beleza. A Coleção “Mitos e Lendas” tem ainda os gregos, os astecas e os maias, os heróis medievais, os egípcios, e uma galeria de animais fantásticos. Belíssimas obras com os ilustradores dedicados à reconstituição artística de períodos que só vivemos em sonhos e na leitura. Cada povo desfila com a sua maneira singular de entender como o mundo foi criado: para os finlandeses, foi com uma águia; para os polinésios, havia o Vazio Infinito; para os vietnamitas, havia os gigantes Khong Lo e sua mulher; para os chineses, havia dez sóis e muitos outros modos de refletir e narrar sobre o mistério da criação. Leitura para toda família!

Trecho do livro:

 “Há muito tempo, existiu um primeiro mundo, diferente do nosso, sobre o qual reinava o sombrio Tezcatlipoca, deus do norte, do frio e da chuva.
Certo dia, uma onça enorme, possante e ágil deu um salto até o Céu e engoliu o Sol. Esse cataclismo foi obra do próprio Tezcatiploca que, transformando-se na onça, desencadeara assim o fim do primeiro mundo. Depois veio o segundo mundo, o qual também acabou desaparecendo, por causa da ação de feiticeiros ajudados pelo deus Quetzalcoatl.”
P. 18