A bruxa Zelda e os 80 docinhos

A bruxa Zelda e os 80 docinhos

Escrito por: Eva Furnari

Editora: Ática

Ano de lançamento: 2000

Resenha

 Neste divertido livro de Eva Furnari, o característico cientista maluco, com o qual nos acostumamos na TV, é o professor Boris, excelente decodificador de códigos, empenhado em descobrir a fórmula do Elixir da Juventude, há tanto tempo escondida no livro de alquimia de seu avô. Mas isso não será nada fácil já que a bruxa Zelda também está de olho na fórmula, ou melhor, está de olho na fórmula e nos 80 docinhos! A bruxa encrenqueira não vai parar de comer até passar mal e ser levada à casa de Zilda, sua irmã mais nova. Mas esse é só o começo desta história que integra a Coleção “Piririca da Serra”, que ganhou o nome da cidade onde se passam as peripécias criadas pela autora. De Eva também são as ilustrações feitas com cores suaves, bastante detalhistas e cuidadosamente trabalhadas no sentido de inserir diversos gêneros textuais em diálogo verbo-visual com o corpo textual, como, por exemplo: diário, carta, livro de receita, bilhete, quadro, tabelas e gráficos. Nessas inserções, sempre que possível, a autora utiliza letra cursiva, criando um contraponto interessante com as letras de forma da narrativa. É um livro com muitas passagens em discurso direto, o que garante uma leitura bem performática do texto. Ideal para ser lido com acompanhamento de um adulto que  possa lançar luzes às diferentes formas de narrar trabalhadas pela autora.

avatar

escrito por

Somos um grupo independente de especialistas em literatura infantil e juvenil, professores, pais, bibliotecários e contadores de histórias com um único objetivo: formar uma aldeia, um coletivo de pessoas que vive e experimenta leituras.

gostou? compartilhe!

comente pelo facebook

deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.