Bisa Bia, Bisa Bel

Bisa Bia, Bisa Bel

3219152

Autor(a): Ana Maria Machado

Ilustrador: Mariana Newlands

Editora: Salamandra

Ano de lançamento: 2007

 

Resenha:
Como se estivéssemos adentrando uma espécie de segredo guardado em cada letra capitular bordada à mão na folha do papel, Ana Maria Machado nos convida a conhecer a estória do encontro de Isabel com sua Bisa Bia – que passa a acompanhá-la no dia a dia, aconselhando-a a respeito dos comportamentos adequados a meninas e meninos. Nas conversas ambas se esforçam ainda para compreender as diferenças históricas, que separam as suas infâncias, expressas nos termos de guloseimas de crianças, móveis, objetos e cômodos da casa. No momento em que Bel, aceitando conselho de Bisa Bia, se põe a aprender a bordar as letras em lenços, vê-se diante da voz de sua bisneta Beta que encontrou sua fotografia um século depois enquanto a mãe arrumava o quarto – descobrindo-se assim Bisa Bel. Há mais de trinta anos, esse livro muito premiado e que já chegou a ser considerado um dos dez mais importantes da literatura infanto-juvenil, dá aos meninos e meninas leitores a possibilidade de sonhar as vozes do passado, do presente e do futuro que os constituem.

Trecho do livro:
“Eu, Bel, uma trança de gente, igualzinho a quando faço uma trança no meu cabelo, divido em três partes e vou cruzando uma com as outras, a parte de mim mesma, a parte de Bisa Bia, a parte de Neta Beta. E Neta Beta vai fazer o mesmo comigo, a Bisa Bel dela, e com alguma bisneta que não dá nem para eu sonhar direito. E sempre assim.” (P. 56)

 

avatar

escrito por

Somos um grupo independente de especialistas em literatura infantil e juvenil, professores, pais, bibliotecários e contadores de histórias com um único objetivo: formar uma aldeia, um coletivo de pessoas que vive e experimenta leituras.

gostou? compartilhe!

comente pelo facebook

deixe seu comentário