Bebês também podem ser leitores

Quando esperamos um bebê em nossa família, nos preparamos cheios de expectativas para recebê-lo: arrumamos seu quarto, compramos o enxoval e seu berço, fazemos chás de fralda, escolhemos as melhores mamadeiras e utensílios e muito mais! 
E os livros? Que lugar ocupam nessa espera?
Que canções iremos cantar-lhes? Com que parlendas brincaremos com eles? Que histórias povoarão os seus sonhos? Que poemas os farão apreciar a sonoridade das palavras?
Os primeiros livros dos bebês são o corpo, o rosto e a voz de seus pais. Os gestos, a intencionalidade da ação e a musicalidade da língua com a qual seus familiares comunicam suas atividades diárias e as canções que aprenderam na infância, são as “palavras” que serão lidas, desde cedo, pelos pequenos.
 Receber uma nova vida também trata-se disso: regá-la com a ternura e o carinho que há na linguagem escrita e falada para que possa chegar ao nosso mundo com segurança e alegria.
Além do leite materno e preciso nutrir nossas crianças com palavras! E, assim como nos preocupamos em oferecer-lhes os melhores alimentos para que cresçam fortes e saudáveis, é importante que estejamos atentos também às obras lhes apresentam o mundo das palavras escritas.
Daí a importância de sermos, de fato, presentes quando estamos juntos, de falarmos e cantarmos enquanto os tocamos e os acariciamos. Estas são as primeiras formas de aproximação das crianças com a leitura. Se juntarmos a isso o pretexto de ficarmos juntos para lermos bons livros, certamente, não estaremos formando apenas leitores, mas seres humanos melhores.

Confira uma seleção de livros testados e aprovados por pais e bebês ouvidos pela equipe da Taba.

Se quiser adquiri-los, clique sobre as capas e você será redirecionado para nossa livraria parceira: Amazon.

bruxabruxaO livro Bruxa, bruxa venha à minha festa (Brinque-Book), de Arden Druce, tornou a autora conhecida no Brasil por ser adorado por leitores de todas as idades. Com uma longa experiência como bibliotecária para crianças, Arden criou essa história interativa e cíclica (o final nos remete ao começo novamente), que favorece a memorização e o reconto por leitores iniciantes. O texto repete um convite a vários personagens assustadores para uma festa, e é nas ilustrações que o leitor pode dar asas à sua imaginação. Pat Ludlow conseguiu expressar nas imagens, que ocupam toda a página e são ricas em detalhes, personagens monstruosos do mundo das histórias que, surpreendentemente, encantam as crianças pequenas.

***

ta_tudo_bem_nenemQuem tem um bebê pequeno com certeza já repetiu inúmeras vezes a frase que dá nome a esse livro. Seja para acalmar a pequena criança diante da surpresa do mundo, seja para acalentar os pais também assustados com a chegada de uma nova vida.

Brincando com as rimas e com diferentes personagens fantásticos e objetos que fazem parte do universo das crianças, a autora cria um divertido jogo de repetição no qual os pequenos irão embarcar facilmente pedindo “de novo!”.

***

genechten0colGuido Van Genechten faz uma deliciosa brincadeira de descoberta nessa coleção dedicada aos pequenos. Por meio de um delicioso jogo de imagens, os leitores são desafiados a descobrir qual é o animal apresentado em cada uma das páginas.

Ao desdobrar a cartolina, o animal da capa vai se transformando em quatro outros muito diferentes. O último tem 70 cm.
Por ter um formato divertido e apresentar imagens intrigantes e atraentes, a obra pode tornar-se um divertido brinquedo nas mãos daqueles que estão começando a descobrir o mundo.
Do mesmo autor, a coleção ainda tem os livros É um gato?, É um ratinho? e  É um caracol? (Ed.Global).

***

onde_esta_o_elefante_assinatura_taba_dezembro_1_1Buscar um elefante, um papagaio e uma cobra dentro de uma floresta que diminui progressivamente é a brincadeira proposta nesse livro.

Entre desenhos de árvores com diferentes formas e texturas, que remetem a folhas e animais, o leitor encontra dois desafios: localizar os bichos que se escondem nas páginas e refletir sobre o impacto da presença humana no meio ambiente.

De maneira simples e divertida, o autor apresenta os dilemas do crescimento desgovernado das cidades, levando-nos a responder a difícil pergunta: para onde irão seres humanos, as plantas e os animais quando o cinza e o vazio tomarem conta de toda a nossa história?

***

mas_papai_ler9781599_1Para quem tem filhos pequenos, a hora de dormir é uma grande aventura que envolve doses generosas de criatividade e paciência. Muitas vezes, as crianças relutam em se entregar ao sono, inventando mil motivos para manter a presença dos pais e prolongar o tempo acordados.

É esse o mote do livro Mas papai…: um pai cansado tenta colocar seus dois macaquinhos para dormir, sendo interrompido a todo momento pelos pedidos dos pequenos, até que…

 

*** 

Leitura em rede - Vai embora, grande monstro verde

Quem tem medo de seres assustadores? E de um grande monstro verde? As crianças que lerem este livro, com certeza, irão se assustar… O monstro é formado a cada página e parece horripilante. Mas isso tem de parar: você pode dizer basta, pode dizer “Vai embora, grande monstro verde!”. Será que ele vai? Ed Emberley, artista-ilustrador, conseguiu tratar de um dos temas que mais assuta as crianças, o medo de monstros, de maneira criativa e bela.

 

***

adivinha_ler9780069-2É possível medir o amor? Como um coelhinho pequenino pode expressar seu amor pelo pai? O livro mostra o esforço do filho em mostrar o grande amor que sente por seu pai. Este, por sua vez, entra na brincadeira e parece ganhar sempre porque suas medidas são sempre maiores. Em uma narrativa envolvente, Sam nos faz refletir sobre esse sentimento de maneira simples e excepcional. As ilustrações belíssimas complementam o texto, fazendo com que a obra fique mais harmoniosa. Publicado em mais de 37 idiomas, Adivinha quanto eu te amo não pode deixar de ser lido para os pequenos.

 ***

ler9780577A Companhia das Letrinhas deu um formato quadradinho para este livro que é tão gostoso de ver, seja porque é pequenininho, seja pelas ilustrações ora engraçadas, ora delicadas que acompanham os poemas. “Sopa de Letrinhas”, “Melequinha”, “Vô”, “Riminhas”, “Barata Tonta” são alguns dos poemas que dialogam com o universo infantil sem, contudo, deixar de lado a poeticidade. Ao contrário, extremamente poéticos, visuais e sensíveis, esses poemas remetem à delicadeza das coisas mais simples e ao valor das descobertas e das relações com o mundo atravessadas pelo filtro da infância. Em alguma medida, o livro lembra autores, como Oswald de Andrade e Arnaldo Antunes, que se renderam à poesia de seus filhos e aprenderam com eles a ver com olhos livres.

 

 

E você? Já experimentou com algum bebê a leitura de uma dessas obras?
Conte para a gente quais os livros favoritos do(s) seu(s) pequeno(s) leitor(es) ?

A Taba possui um plano de assinaturas especialmente pensado para bebês.

Conheça o Clube de Leitores A Taba!

copia-de-banner-2-kit-loja-nova

 




%d blogueiros gostam disto: