Autores que amamos: Oliver Jeffers

Em uma escola nova em Belfast, Irlanda do Norte, cheia de alunos expulsos de outras instituições, havia um garoto nascido na Austrália que tinha muito interesse por desenho e pintura. Seu nome era Oliver e seu sonho era tornar-se um artista. Não levou muito tempo para que seus colegas descobrissem seu talento e logo começassem a pedir que desenhasse em seus skates e mochilas. Hoje, cerca de trinta anos depois, Oliver Jeffers é um dos mais premiados autores de livros álbum do mundo contemporâneo.

Segundo ele, seus desenhos não foram bons por bastante tempo, porque desde que percebeu que amava desenhar, começou a tentar imitar outras pessoas. Mas tudo mudou quando passou a seguir o seu estilo, assumindo o modo como suas mãos queriam desenhar e pintar.

Após concluir o colégio, Oliver foi estudar comunicação visual porque ainda não tinha certeza sobre o que realmente queria fazer, mas sabia que gostava de juntar imagens e palavras criando narrativas em telas. E foi aí que, acidentalmente, descobriu os livros ilustrados e começou a dar um caminho diferente para suas produções.

Antes de terminar a faculdade, ele tirou um ano de folga e criou o projeto do que se tornou seu primeiro livro – “Como pegar uma estrela”.  Em pouco mais de dez anos de carreira, Oliver recebeu mais de trinta prêmios pelos quinze livros  que escreveu e ilustrou. Suas histórias são cheias de humor e delicadeza, mesmo quando trata de temas difíceis, como a morte, por exemplo.

O autor conta que costuma ter vários cadernos de esboços e as ideias para suas histórias nascem deles. Quando começa a desenvolver um livro, faz muitos rascunhos para criar a narrativa, depois seleciona com seu editor os que serão finalizados.

Por bastante tempo viveu com o que ganhava com ilustrações comerciais, quadros e livros ilustrados, mas há anos vem trabalhando também com diversas expressões artísticas. Suas obras sempre estão em exposições em diversos países.  Oliver faz vídeos, performances, objetos, estampas de roupas e até jóias que remetem às ilustrações de seus livros.

Seu livro “O coração e a garrafa” foi escolhido pela Taba para começar o Desafio 12 livros em 1 ano – 2017, nosso panorama da literatura infantil e juvenil para quem quer conhecer e conversar sobre o assunto.

Clique nas capas para conhecer as obras do autor já publicadas no Brasil:

            

Para conhecer mais sobre o trabalho do autor, Cristiane Rogério, jornalista autora do Blog Esconderijos do Tempo fez um post bem bacana sobre ele. Confira clicando aqui.

Foto de Oliver Jeffers por John Messinger