Autores que amamos: Oliver Jeffers

Em uma escola nova em Belfast, Irlanda do Norte, cheia de alunos expulsos de outras instituições, havia um garoto nascido na Austrália que tinha muito interesse por desenho e pintura. Seu nome era Oliver e seu sonho era tornar-se um artista. Não levou muito tempo para que seus colegas descobrissem seu talento e logo começassem a pedir que desenhasse em seus skates e mochilas. Hoje, cerca de trinta anos depois, Oliver Jeffers é um dos mais premiados autores de livros álbum do mundo contemporâneo.

Segundo ele, seus desenhos não foram bons por bastante tempo, porque desde que percebeu que amava desenhar, começou a tentar imitar outras pessoas. Mas tudo mudou quando passou a seguir o seu estilo, assumindo o modo como suas mãos queriam desenhar e pintar.

Após concluir o colégio, Oliver foi estudar comunicação visual porque ainda não tinha certeza sobre o que realmente queria fazer, mas sabia que gostava de juntar imagens e palavras criando narrativas em telas. E foi aí que, acidentalmente, descobriu os livros ilustrados e começou a dar um caminho diferente para suas produções.

Antes de terminar a faculdade, ele tirou um ano de folga e criou o projeto do que se tornou seu primeiro livro – “Como pegar uma estrela”.  Em pouco mais de dez anos de carreira, Oliver recebeu mais de trinta prêmios pelos quinze livros  que escreveu e ilustrou. Suas histórias são cheias de humor e delicadeza, mesmo quando trata de temas difíceis, como a morte, por exemplo.

O autor conta que costuma ter vários cadernos de esboços e as ideias para suas histórias nascem deles. Quando começa a desenvolver um livro, faz muitos rascunhos para criar a narrativa, depois seleciona com seu editor os que serão finalizados.

Por bastante tempo viveu com o que ganhava com ilustrações comerciais, quadros e livros ilustrados, mas há anos vem trabalhando também com diversas expressões artísticas. Suas obras sempre estão em exposições em diversos países.  Oliver faz vídeos, performances, objetos, estampas de roupas e até jóias que remetem às ilustrações de seus livros.

Seu livro “O coração e a garrafa” foi escolhido pela Taba para começar o Desafio 12 livros em 1 ano – 2017, nosso panorama da literatura infantil e juvenil para quem quer conhecer e conversar sobre o assunto.

Clique nas capas para conhecer as obras do autor já publicadas no Brasil:

            

Para conhecer mais sobre o trabalho do autor, Cristiane Rogério, jornalista autora do Blog Esconderijos do Tempo fez um post bem bacana sobre ele. Confira clicando aqui.

Foto de Oliver Jeffers por John Messinger

 

avatar

escrito por

Emily Anne Stephano é formada em moda e especialista em jornalismo com foco em mercados de nicho e ambiente digital. Antes de saber ler já adorava passear na biblioteca e encontrou nos livros e cadernos seu primeiro grande amor. Hoje leciona Comunicação e Moda, presta assessoria de comunicação e escreve sobre cultura e universo infantil.

gostou? compartilhe!

comente pelo facebook

deixe seu comentário