http://i1.wp.com/ataba.com.br/wp-content/uploads/2016/05/antologia-ilustrada-da-poesia-brasileira_ler9781276.jpg?w=1050

Antologia ilustrada da poesia brasileira: para crianças de qualquer idade

antologia ilustrada da poesia brasileira_ler9781276

Autor(a): Adriana Calcanhotto (org.)

Ilustrador: Adriana Calcanhotto

Editora: Edições de Janeiro

Ano de lançamento: 2014

 

Resenha:
Nessa obra, a cantora e compositora gaúcha compartilha seu amor à poesia, selecionando poemas de diferentes momentos da literatura brasileira dos século XIX e século XX. Como o próprio título evidencia, adultos e crianças poderão conhecer, ou talvez revisitar, textos que fazem parte de suas memórias literárias, descobrindo os diferentes autores, temáticas e estilos. De presente, os leitores ainda poderão se deliciar com as divertidas e singelas ilustrações criadas por Adriana, além de conhecerem um pouco mais sobre os poetas nas pequenas biografias elaboradas pela organizadora. Um livro que se propõe a ser um portal para a poesia brasileira. A bibliografia citada no final da obra, apresenta ao leitor não só a origem dos poemas selecionados, mas a possibilidade de conhecer obras importante de nossa literatura.

Antologia Ilustrada da Poesia Brasileira para crianças de qualquer idade foi o livro do mês de maio do Desafio A Taba 12 livros em 1 ano e também foi enviado aos assinantes experientes do Clube de Leitores A Taba.

Como foi a leitura?

Belíssima escolha d’A Taba!
A capa já é um interessantíssimo convite à abrir o livro e se deliciar com a seleção de poesias organizadas pela Adriana Calcanhoto. E as imagens são uma graça!
Poesia é uma arte, talvez seja por isso que nem sempre compreendemos toda a sua essência. A produção artística de um artista que pinta um quadro é comparada a uma poesia. O almanaque preparado pela A Taba já nos explica a diferença entre os dois termos – poema e poesia. Aprendi que o poema é criação, invenção, “poesia organizada em palavras”.

Foi a partir desse livro e do Haicais do Brasil, também organizado por Adriana, que conheci o que é um Haicai – um tipo de poema com uma estrutura fixa. Depois disso, pesquisei bastante e encontrei grupos de pessoas que trocam haicais aqui no Brasil. Participei até de competições internacionais de haicais! Apesar de poucas palavras e do desafio de representar a simplicidade, esse tipo de texto deve seguir algumas regras silábicas e seus versos não precisam rimar.

De todos os poemas da Antologia ilustrada, me apaixonei pela “Receita para um dálmata (ou: soneto branco com bolinhas pretas) do autor Gregório Duvivier. Li algumas vezes esse texto e sempre imaginava o dálmata abanando o rabo. Mas, li em voz alta para outras pessoas que me afirmaram que era uma vaca.
Além desse, gostei muito do “Um aeroplano”, “O macaco que queria voar” e “Aqui”. Reconheci outros poemas que viraram música e tentei musicar outros para ler para outras crianças.
Enfim, esse é um livro que não se esgota em uma leitura. Para ter, ler, reler e presentear quem a gente gosta!




Participe da conversa!