http://i1.wp.com/ataba.com.br/wp-content/uploads/2017/04/Captura-de-Tela-2017-04-06-às-19.10.19.png?w=1050

Animalário Universal do Professor Revillod

Captura de Tela 2017-04-06 às 19.10.01Livro: Animalário Universal do Professor Revillod

Autores: Javier Saéz Castán e Miguel Murugarrem

Editora: SESI-SP 

As 16 páginas recortadas deste curioso livro oferecem ao leitor a experiência de descoberta de 4096 feras diferentes, com nomes e descrições inusitadas compiladas pelo brilhante Professor Revillod e sua comissão.

Assim, da mistura da cabeça de um tigre, com o tronco de uma pulga e as patas de um canguru, obtém-se o misterioso TIGADORU. Ao unirmos a cabeça de um rinoceronte com o corpo e as patas de um elefante, teremos um RINOFANTE.

As divertidas combinações e as descrições fantasiosas que vão surgindo a cada movimento de página, garantem uma nova experiência de leitura, movida à brincadeira e muita curiosidade.

Impossível não ficar um longo tempo indo e vindo pelas páginas descobrindo as diferentes combinações possíveis que dão origem a animais reais e fictícios ilustrados de maneira realista em desenhos que remetem aos registros feitos pelos desbravadores do passado.

No final do livro, há uma lista de perguntas propostas pelos autores para serem respondidas pelos leitores mais curiosos que, certamente, voltarão para investigá-las.

A obra possui um aplicativo em espanhol que pode ser adquirido neste link.

“Animalário Universal do Professor Revillod”foi o livro selecionado pelo Clube de Leitores A Taba para ser enviado aos assinantes iniciantes no mês de abril de 2017.

Confira como foi a leitura na casa de nossos assinantes Renata e Gabriel:

O interfone tocou e João Pedro logo indagou: – “Será o carteiro? ” E dessa vez não só era, como a entrega se destinava ao próprio João Pedro e Joana. E foi assim que começamos a ler o Animalário Universal do Professor Revillod.

Foi-lhes entregue um embrulho pequeno. A Joana, de apenas um ano, no auge da sua euforia com a entrega, enquanto o João Pedro, já como três anos, começa a questionar: “Será mesmo o nosso livro? Tão pequeno esse embrulho. Você não acha? Olha mamãe tem um negócio duro aqui. Posso abrir?” Como não?  Com tantas indagações até eu já estava em um nível de ansiedade para descobrir como seria o livro do mês. 

Então descobrimos juntos que não era um livro como tantos outros. Esse tinha um espiral, as páginas viram na vertical, mas era lido na horizontal mesmo. Após uma breve explicação do próprio professor Revillod e sua comissão, as páginas onde os animais são ilustrados foram divididas em três partes verticais, que como observou o João Pedro dividia a cabeça da barriga, e a barriga do bumbum, assim poderíamos criar vastas variedades de animais, 4.096 para ser exatos, com um sistema de nomes e definições dinâmicos que se altera de acordo com as páginas amostra.  Então penso, formidável, como vai ser legal passar os próximos dias misturando os animais. Até que meu pensamento é interrompido pelo João Pedro.

– “Mamãe o elefante está tomando chá ou café?”. Eu, distraída com a possibilidade de criar meus próprios animais, não tinha percebido, mas o elefante está segurando uma xícara com sua tromba. E depois de analisar melhor a ilustração respondo com toda certeza. Café. E então fui categoricamente reprovada: – “Não mamãe o Sr. Elefante prefere chá”. E como soubesse o que se passa pela minha cabeça emenda logo: “Não quero inventar animais. Gosto deles assim, como são”.

Então seguimos virando as páginas, lendo os nomes e definições curiosas dos animais. A Joana admirando as ilustrações, apontando o dedinho para a certas partes, gargalhando para outras e balbuciando seu dialeto próprio enquanto imitava se irmão. O João Pedro virava as folhas e traçava seus próprios comentários surpreendentes. Tais como: – “Essa vaca deve ser muito boa de equilíbrio” ou “que rinoceronte levado, não pode subir nos livros”. Em cada página há uma pequena delicadeza no cenário, que apenas os olhos mais atentos percebem.

E assim após o João Pedro, ler e reler o livro não sei quantas vezes chamei o Gabriel para brincar comigo, inventar animais e resolver os desafios propostos no final do livro, juntos nós papais nos divertimos muito. No início achamos que o João Pedro precisaria amadurecer mais um pouco para poder aproveitar todo o potencial da obra enviada, mas no final ele curtiu de seu jeito, e perguntava quando tinha dúvidas.

Após dias que o livro havia chegado, a casa estava quieta, ninguém veio me pedir para colocar uma música ou ligar a televisão, então resolvo procurar saber o que as crianças estão aprontando. Me deparo como os dois no quarto, a Joana com um monte de livros em volta e o João Pedro enfileirando vários outros. Permaneço escondida só observando. Eles abrem e fecham os livros, viram as páginas, pegam outros. Até que não resisto e entro no quarto: “O que vocês estão fazendo? ”

-“São todos de bicho mamãe”. Essa foi a resposta. Perguntei se poderia olhar, e descobri que todos os livros alinhados pelo João Pedro tinham a mesma temática. E então ele completa: – “Só que esse (O Animalário Universal do Professor Revillod), tem bichos de verdade e de imaginação”. Então eu digo: – “Como você chegou a essa conclusão? ” E a resposta foi: -“Mamãe, não se pode ter cabeça de um, barriga de outro e bumbum de outro. Isso é coisa da imaginação”.

E foi então que nesse momento me tornei uma pequena ouvinte emocionada e babona diante do meu Contador de estórias de Aventura, magia e animais de imaginação.
***

Em 2017, convidamos assinantes do Clube de Leitores A Taba para compartilhar suas experiências de leitura durante um trimestre, abrindo as conversas em nosso fórum. Para conhecer a Renata e o Gabriel, clique aqui.

Assine você também e receba, todos os meses, livros incríveis como esse.

Planos a partir de R$ 49,90!

copia-de-banner-2-kit-loja-nova

 




Participe da conversa!
A Taba disse:

Sesi-SP Editora, olha que que bacana!

Esse livro éum artigo de decoraçao na minha mesa de trabalho de tao lindo! Rs

Andrea Alves disse:

Demais esse livro! Lindo e cheio de possibilidades! Anthony inventou de fazer assim: monta um bicho, dá umas dicas e eu tenho que adivinhar que animal maluco a mistura deu. Depois a gente troca de papel e ele tenta adivinhar!

Esse é daqueles livros imperdíveis. Levei numa viagem e meu filho passou pelo menos uma hora folheando as páginas e criando novos animais.

A Taba disse:

Vanessa, nos tb adoramos este livro! ❤️❤️❤️❤️