Ana Z. aonde vai você?

Ana Z. aonde vai você?

Escrito por: Marina Colasanti

Editora: Ática

Ano de lançamento: 1999

Resenha

 Este é um livro fabuloso e premiado de Marina Colasanti, cuja primeira edição é de 1993. Como a narradora, nos encontramos com Ana Z. quando ela está debruçada à beira do poço. Pois é descobrindo os caminhos para dentro, pelo fundo e para fora do poço que faremos com Ana Z. uma viagem maravilhosa à procura de seu desejo, imaginado aqui como as contas de seu colar de marfim entalhadas em formato de rosa. Em sua busca pela conta faltante, ela encontrará, entre outros seres fantásticos, uma senhora que tricota fios de água, um sultão para quem ela será Sherazade emendando uma história na outra até antes do aurora,uma mulher com cântaro na cabeça que a inicia nas tramas do desejo e um homem com turbante azul com quem ela visita, por exemplo, um oásis invisível mas percebido pelos outros sentidos. As imagens poéticas e as ilustrações, em preto e branco, dessa novela de formação nos conduzem por espaços íntimos e antigos.

Trecho do livro:

 “A partir deste ponto, o tempo começa a passar para Ana no ritmo das patas dos camelos. Sem pressa, ondulante, cheio de cintilações, igual a um tempo de mar. E será neste mesmo tempo que ela irá navegar em seus pensamentos esvaziados de qualquer urgência, enfileirando um dia atrás do outro, como uma caravana de dias, até o ponto de chegada.” (P. 42)