A rédea solta

A rédea solta

Escrito por: Fernando Savater

Ilustrado por: Teresa Novoa

Editora: Martins Fontes

Ano de lançamento: 2002

Resenha

O filósofo, professor e escritor Fernando Savater tem sido reconhecido por suas obras dedicadas ao ensaio, à ficção e ao teatro. Em À rédea solta, ele narra um evento fantástico acontecido em Nuvenlonge do Mar. As duas principais características da cidade são: a fascinação pelas corridas de cavalo e o desinteresse pela política. Esse modus operandi da cidade é rompido pelo Comandante dos Fantasmas Azuis e quatro homens de seu exército que rendem jovens da cidade para lutar contra os Fantasmas Verdes. Como se pode deduzir, os habitantes não sabiam nada sobre guerras, exércitos. Ironicamente, eles não viram a corrida mais fantástica acontecida na cidade, a qual lhes devolveu a liberdade. Isto é, quando o desacreditado cavalo Estorvilho e seu jóquei Samuelin induziram o Comandante e o cavalo Rei Escuridão ao abismo. Este livro de narrativa bem-humorada e parabólica faz parte da coleção “Escola de Magia”.

Trecho do livro

“Aqui começa de fato a história que quero contar. Ela se inicia com uma sombra perigosa no céu e termina com a corrida de cavalos mais importante de todos os tempos para os habitantes de Nuvenlonge… embora nenhum deles estivesse ali para presenciá-la.! Os nuvenlongenses se emocionaram tanto com o que ocorreu, que resolveram discretamente esquecer tudo e continuar vivendo como se nada tivesse acontecido; receavam que a lembrança de acontecimentos tão heroicos transtornasse para sempre suas rotinas tão sábias.” (p. 21)