http://i2.wp.com/ataba.com.br/wp-content/uploads/2015/03/autoras.jpeg?w=1050

8 autoras brasileiras que toda mulher precisa conhecer

Escritoras, pintoras, jornalistas. Artistas que deixaram marcas na história da literatura e nos alimentam com obras delicadas, emocionantes, divertidas e premiadas.

Em homenagem ao dia das mulheres, A Taba apresenta 8 autoras brasileiras que todo leitor precisa conhecer.

Descubra nossa seleção livros infantis e juvenis dessas talentosas mulheres, visitando nossa livraria. É só clicar aqui.

Ana Maria Machado 

Com mais de 40 anos de carreira, a escritora carioca Ana Maria Machado tem mais de 100 livros publicados. Suas obras foram traduzidas para vinte idiomas e vencedoras dos mais diversos prêmios de literatura.

Começou a escrever histórias infantis a convite da revisa Recreio e se consagrou no gênero. Também é pintora e membro da Academia Brasileira de Letras, da qual já foi presidente.

ponto a ponto ana maria machado livraria a taba

 

Angela Lago 

Escritora e ilustradora mineira, Angela Lago tem a maior parte de suas obras dedicadas às crianças. Recebeu muitos prêmios, tanto por seus textos quanto pelas ilustrações – inclusive, alguns de seus livros são narrados apenas com imagens.

cantico dos canticos angela lago livraria a taba

 

Cecília Meireles

Considerada uma das mais importantes poetisas de língua portuguesa, a carioca Cecília Meireles publicou seu primeiro livro aos dezoito anos. Teve grande importância como jornalista na área de educação e fundou a primeira biblioteca infantil do Brasil, em 1934.

os pescadores e as suas filhas cecilia meireles livraria a taba

 

Clarice Lispector 

Nascida na Ucrânia, Clarice Lispector naturalizou-se brasileira e dizia-se pernambucana. Tornou-se uma das escritoras brasileiras mais importantes de seu século, misturando temas psicológicos ao cotidiano, tanto em romances como nas crônicas publicadas em jornais e revistas.

cronicas para jovens de escrita e vida clarice lispector livraria a taba

 

Lygia Bojunga

A gaúcha Lygia Bojunga conquistou o público desde seu primeiro livro, “Os colegas”, lançado em 1972. Vencedora do Prêmio Hans Christian Andersen, mais importante premiação da literatura infantil, narra histórias em tom de conversas e abre espaço para resolução de conflitos usando a imaginação e sensibilidade tipicamente infantil.

tchau Lygia Bojunga livraria a taba

 

Lygia Fagundes Telles 

Paulista criada em diversas cidades do interior, Lygia Fagundes Telles cresceu ouvindo histórias de terror de personagens folclóricos. Aos oito anos de idade, já escrevia contos e os apresentava em reuniões familiares. O pai pagou pela publicação de seu primeiro livro, porém não demorou para que a escritora fosse reconhecida no Brasil e internacionalmente.

Historias de misterio Lygia Fagundes Telles livraria a taba

 

Marina Colasanti 

Formada em Artes Plásticas, a ítalo-brasileira Marina Colasanti começou a escrever diários quando tinha 9 anos e diz que se sente bem com palavras escritas porque nasceu leitora e escrever se tornou sua profissão e seu prazer. Tem mais de 30 livros publicados, tendo recebido prêmios por muitos deles.

breve historia de um pequeno amor marina colasanti livraria a taba

 

Zélia Gattai 

Apesar de nascida em São Paulo, a escritora Zélia Gattai recebeu o título de Cidadã da Cidade de Salvador. Foi militante do movimento político-operário anarquista e tinha 63 anos quando escreveu seu primeiro “Anarquistas, graças a Deus”, que prenunciou seu sucesso como escritora.

anarquistas gracas a deus zelia gattai livraria a taba

 

Sabemos que toda lista implica em restrições. Ainda mais quando se trata de um país, como o Brasil, que possui tantas escritoras incríveis.

Convidamos nossos leitores para que completem nossa seleção com outras autoras, compartilhando indicações de suas obras favoritas.

Entrem e fiquem à vontade! A Taba é de todos.




Participe da conversa!

Amei. Já li livroa de quase todas. As minhas preferidas são: clarice Lispector,Cecilia Meireles

A Taba disse:

Oi, Maria! Deve imaginar como foi difícil deixar só 8 autoras na lista. Escolhemos esse número em referência ao dia 8 de março, mas contamos com as indicações dos leitores aqui nos comentários para compartilhar cada vez mais sugestões!

A Taba disse:

Oi, André! Como deve imaginar, é muito difícil fazer uma lista apenas com 8 nomes quando temos tantas ótimas autoras. Escolhemos o número 8 em referêcia ao dia 8 de março. Contamos com os comentários para enriquecer mais as indicações. Tomara que os leitores que chegarem ao post completem suas listas de indicações com cada nome que aparece aqui nos comentários! Agradecemos por contribuir!

A Taba disse:

Escolhemos o número 8 em referêcia ao dia 8 de março, mas é realmente muito difícil fazer uma lista tão pequena quando existem tantas ótimas autoras que todos deveriam conhecer! Contamos com os comentários para enriquecer mais as indicações! Em 2016 fizemos uma lista de 8 jovens autoras infantis. Dê uma olhada e indique suas contribuições também! 😉

A Taba disse:

Escolhemos o número 8 em referêcia ao dia 8 de março, mas é realmente muito difícil fazer uma lista tão pequena quando existem tantas ótimas autoras que todos deveriam conhecer! Contamos com os comentários para enriquecer mais as indicações!

A Taba disse:

Escolhemos o número 8 em referêcia ao dia 8 de março, mas é realmente muito difícil fazer uma lista tão pequena quando existem tantas ótimas autoras que todos deveriam conhecer! Contamos com os comentários para enriquecer mais as indicações!

A Taba disse:

Felizmente, não nos faltam autoras maravilhosas e que todos deveriam conhecer! Usamos o número 8 em referência ao dia 8 de março, quando publicamos a lista, mas certamente podemos aumentar as indicações a cada dia! Contamos sempre com as sugestões de vocês!

A Taba disse:

Maria Célia, obrigada por contribuir com suas indicações! Vamos compartilhar sempre nossas experiências de leitura! 😉

A Taba disse:

Oi, Joice, Uilians, Bel! Obrigada por contribuirem com a lista! Como podem perceber, é muito difícil limitar a 8 autoras, mas escolhemos esse número porque a publicação foi feita em referêcia ao dia 8 de março. Acreditamos que não seria difícil chegar a uma lista com uma grande autora para cada dia do ano! Felizmente temos tanta gente boa escrevendo!

Nelida Pinon, seu livro Vozes do deserto retrata o que sentia sherazade.

José Ignacio disse:

Elisa, linda! <3 <3 <3

Conheci algumas delas e tiro meu chapéu. Beijos.

Rose Soyer disse:

Tbem temos a Cora Coralina!

Higo Lima disse:

Não é cabível a uma lista de grandes escritoras brasileiras não incluir Raquel de Queiroz.

Ausências lamentáveis e inclusões duvidosas….

Rita Carrer disse:

Nao dá pra esquecer de Cora Coralina…

Sandra Ronca disse:

Marilia Pirillo kkkk, eu tava pensando em propor a Cora Coralina, parei nesse comentario, gostei da sugestão da Adelia e vi lá em cima que você colocou Cora…Perfeito!

Sandra Ronca disse:

Marilia Pirillo kkkk, eu tava pensando em propor a Cora Coralina, parei nesse comentario, gostei da sugestão da Adelia e vi lá em cima que você colocou Cora…Perfeito!

08 loiras e quantas farmácias ?

Muito bem querida Concita, mais uma prova de que vc é uma mulher de fibra.. Parabéns.

Gostei das elencar,mas por favor..cadê a Adélia Prado nessa relação?? Ela só é uma das Maiores.. "mulher é desdobravel,eu sou!"-Adélia Prado…;)

Senti falta de várias escritoras, mas principalmente da Ana Miranda.

Oceann Bolla disse:

A Taba Olá, obrigado pela resposta. Eu já havia lido os comentários, inclusive de outras listas, e continuei admirado do desconhecimento e/ou esquecimento dos comentários sobre a escritora supra-citada. Mas foram lembradas – sem querer tirar o mérito de nenhuma – escritoras de obras não tão extensas por pessoas que, deveras, devem conhecer Literatura, ou que falaram de uma determinada escritora que leram e as impressionaram de alguma forma.
Sendo assim, na crônica, que mandei para dois concursos literários, não obstante ter citado propositalmente no início a autora, deixei como mistério o nome da mesma no final.
Parabéns, este belo espaço está rendendo e continuará em comentários profícuos!
O Velhinho in:

A Taba disse:

Obrigada pela contribuição!
Toda lista implica sempre em restrições. E inevitável deixar muita gente boa de fora.
O bacana é que os comentários sempre agregam novas referências e a lista que a princípio tinha apenas 8 escritoras – para fazer referência ao dia 8 de março – agora tem várias!
Dê uma olhadinha nos comentários abaixo e veja que riqueza!
Não vamos citar qual a escritora citada por você para deixarmos também nossos leitores curiosos!
Um grande abraço!

Oceann Bolla disse:

Acho incrível as coisas que acontecem com essas listas de os nais isso e maiores aquilo!… Estou escrevendo uma crônica, exatamente sobre este assunto, aí resolvi confiirmar se não estava esquecendo-me de alguém, cometendo alguma injustiça, pois todas as listas são quase iguais… E o resultado é chocante! A segunda maoir escritora brasileira [mas só na minha opinião] que só não foi tese na minha Pós em Literatura Brasileira pq estava com um projeto bem complicado, não vi nas listas consultadas. Não vou citar o nome, só para suscitar curiosidade, mas peço licença, para informação dos que leem esta pg, para postar o pequeno trabalho dsta autora que teve dois de seus livros levados para o cinema e a televisão, Floradas na Serra e a Muralha: [ 1939 – Floradas na Serra, romance
1941 – A Sereia Verde, contos
1949 – Margarida La Rocque, romance
1951 – As Aventuras do Homem Vegetal, infantil
1954 – A Muralha, romance
1956 – O Oitavo Dia, teatro
1957 – As Noite do Morro do Encanto, contos
1960 – Era Uma Vez Uma Princesa, biografia
1960 – Eles Herdarão a Terra, conto
1965 – Os Invasores, romance
1966 – A Princesa dos Escravos, biografia
1968 – Verão dos Infiéis, romance
1969 – Comba Malina, conto
1969 – Café da Manhã, crônicas
1974 – Eu Venho, Memorial do Cristo I
1977 – Eu, Jesus, Memorial do Cristo II
1979 – Baía de Espuma, infantil
1981 – Guida, Caríssima Guida, romance
Em colaboração[editar | editar código-fonte]
1960 – Antologia Brasileira de Ficção-científica, conto
1961 – Histórias do Acontecerá, conto
1962 – O Mistério dos MMM, romance
1962 – Quadrante 1, crônicas
1963 – Quadrante 2, crônicas
O Velhinho in:
[fonte Wikipédia]

Cora Coralina e Hilda Hilst. Obrigatórias não?

A TABA está de parabéns!!! Grande idéia comemorar o Dia da Mulher assim!!! Concordo com os leitores de que a lista cabem muitas escritoras: Rachel de Queiroz, Hilda Hilst, Cora Coralina, Adélia Prado, Carolina de Jesus, Nélida Piñon, Conceição Evaristo. E, já que convidaram vou acrescentar as minhas sugestões: Lygia Fagundes Telles, Ana Cristina Cesar, Leticia Wierzchovski (A Casa das Sete Mulheres), Bruna Lombardi (poemas instigantes!), Regina Lemos (Quarenta: A Idade da Loba, imprescindível!), Alice Ruiz (poemas), Eliane Brum, Maitê Proença (crônicas de humor agudo!), Elvira Vigna, Regina Navarro Lins… ufa!

Anna D'Castro disse:

Cadê as outras grandes só do séc. XX? Adélia Prado… Cora Coralina… Lya Luft… Raquel de Queiroz… Nélida Piñon… Ruth Rocha… Martha Medeiros… Ana Cristina César… Hilda Hilst… a Thalita Rebouças tb acrescentaria um toque de leveza ao grupo… a Elisa Lucinda… entre tantas outras espalhadas por esse Brasil! Meu Deus gente da mais alta qualidade que ficou esquecida nessa lista!!??!!

Sugiro o nome da escritora gaúcha Valesca de Assis. Entre suas obras: A valsa da Medusa e Harmonia das esferas – romances; Todos os meses – crônicas; Diciodiário, Vão pensar que estamos fugindo! e Um dia de gato – literatura infantil. Ela é ótima!

Sugiro o nome da escritora gaúcha Valesca de Assis. Entre suas obras: A valsa da Medusa e Harmonia das esferas – romances; Todos os meses – crônicas; Diciodiário, Vão pensar que estamos fugindo! e Um dia de gato – literatura infantil. Ela é ótima!

Gostei da seleção pois aprecio todas, mas senti falta de Tatiana Belinsky, de Cora Coralina, de Raquel de Queiroz.

Contribuindo com essa lista preciosa eu colocaria Adélia Prado.

Corina Conde disse:

SENTI FALTA DE : CORA CORALINA, LYA LUFT, MARATA MEDEIROS, ADÉLIA PRADO. DÁ PRA INCLUÍ-LAS?

Tudo BRANCA!!! só dá mulher branca, é o dia das mulheres brancas!!!

Faltaram Lya Luft e Martha Medeiros…

Lista maravilhosa mas que bom que temos tantos nomes para acrescentar…

A Taba disse:

É isso mesmo, pessoal! Escolhemos 8 em homenagem ao dia 8. Mas, como dissemos no post, toda lista é restrita. Por isso, pedimos que vocês colaborassem colocando também as suas indicações. E graças a vocês, estamos construindo uma lista linda aqui nos comentários!
Obrigada e vamos homenagear as nossas autoras incríveis. As citadas e aquelas todas lembradas por vocês!
Um abraço!

É isso mesmo, pessoal! Escolhemos 8 em homenagem ao dia 8. Mas, como dissemos no post, toda lista é restrita. Por isso, pedimos que vocês colaborassem colocando também as suas indicações. E graças a vocês, estamos construindo uma lista linda aqui nos comentários!
Obrigada e vamos homenagear as nossas autoras incríveis. As citadas e aquelas todas lembradas por vocês!
Um abraço!

Gilza Superti disse:

Parabéns a todas as mulhrese Poetisas, escritoras que nos ensinam a ser melhores pessoas pelo conhecimento de suas bela s obras

Gilza Superti disse:

Parabéns a todas as mulhrese Poetisas, escritoras que nos ensinam a ser melhores pessoas pelo conhecimento de suas bela s obras

Gilza Superti disse:

Eu incluiria Lya Luft Um autora incrivel de quem gosto muito

+Adélia Prado, Cora Coralina, Lya Luft … Qual mais??

Cadê Adélia Prado? E Hilda Hilst? Sim, essas listas ssão muito arbitrárias mas algumas ausências são imperdoáveis…

Vitória Lima disse:

Eu acrecento Rachel de Queiroz à lista, Luzilá Gonçalves Ferreira, Marcia Maia, Marilia Arnaud, Ana Miranda, Inês Monguilhott, Arriete Vilela…são tantas outras…

Agradeço a lista. São autoras que, com exceção de alguns poemas estudados ainda no 'curso primário', nunca li com atenção. A Taba deve conhecer, assim como certamente conhece outros autores cobrados antes de mim, mas a escritora que julgo um destaque contemporâneo é a Ana Miranda. Para não ficar em débito com os leitores, sugiro lançarem mais frequentemente recomendações por, talvez, estilo.

ADÉLIA PRADO, por favor!

E ainda: ADÉLIA PRADO!

Adoro a doçura deixada nos versos de ROSEANA MURRAY!!!

Lela Bellon disse:

E onde esta Marta Medeiros?

E a maravilhosa Conceição Evaristo.

Incompleta!!!! Faltam os nomes de Ruth Rocha, Cora coralina, Raquel de Queiroz!!!!!

Péssima! !!! Completamente subjetivo. Onde estão a Cora Coralina e a Hilda Hilst?

Concordo com vc, comecei a ler esperando encontrar Raquel de Queiroz…

Tem a Cristiane Sobral também

Todas elas são indiscutivelmente grandes,mas precisa de nova geração como a Cristiane Sobral

Imperdoável não estar nesta lista Cora Coralina e Raquel de Queiroz.

A Taba disse:

Fizemos uma seleção especiual da Ruth Rocha, por ser o mês de seu aniversário!
Pode conferir em http://loja.ataba.com.br/destaques/ruth-rocha.html

Acho que Lya Luft também poderia entrar nessa lista!

Perdoem-me, é A Graça da Coisa

Amo mais duas dessas maravilhosas mulheres: em primeiro lugar Zélia Gattai e em segundo Marina Colasanti, mas, jamais posso me esquecer de uma escritora maravilhosa, Martha Medeiros, simplesmente magnífica, amo suas crônicas, leiam algumas delas, Doidas e Santas, A Graça das Coisas, Trem Bala e tantos outros livros que li. Deliciem-se

Todas grandes mulheres! A Ruth Rocha poderia figurar na lista.

Joice Berth disse:

Lista maravilhosa! Amo todas elas. Mas de 8 escritoras não há nenhuma negra. Estamos comemorando o centenário de Carolina Maria de Jesus. Temos Elisa Lucinda…e se houver boa vontade e pesquisa outras também aparecem. Bj